Alegrete terá prejuízo milionário na soja: veja imagens das lavouras destruídas
Publicada em: 15 de janeiro de 2019
Soja alagada em Alegrete

Soja alagada em Alegrete. Foto Caio Nemitz

A perda dos agricultores do município pode superar os R$ 50 milhões, segundo a prefeitura. Teve sojicultor que contabiliza um revés maior de R$ 1,2 milhão. Confira todas as imagens e vídeos enviados para o Canal Rural!

Daniel Popov, de São Paulo
A região da Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul, vem sofrendo com o excesso de chuvas agora em janeiro. Segundo a meteorologia há 21 anos não chovia tanto em municípios como Alegrete e Uruguaiana. Ao que parece, as precipitações ainda devem dar trégua e os prejuízos podem aumentar ainda mais. Por lá, tem produtor que já perdeu mais de 500 hectares, com soja embaixo d’água.

Dos 3,6 mil hectares que possui com soja em Alegrete, na região da fronteira oeste do estado, Edimar Ceolin estima que já perdeu pelo menos 600 hectares, que estão embaixo d’água por mais de 5 dias.

As fortes e volumosas chuvas renderam um acumulado no mês (até agora) superior a 470 milímetros, segundo dados do Inmet. Ou seja 223% acima da média normal para todo o mês de janeiro, que é de 115 milímetros.

 

soja alagada

Soja alagada em Alegrete. Foto: Edimar Ceolin

soja alagada

Soja alagada em Alegrete. Foto: Edimar Ceolin

soja alagada

Soja alagada em Alegrete. Foto: Edimar Ceolin

O município tem poucos dados sobre a soja, quando procurado pela reportagem do Canal Rural, o Sindicato Rural comentou que não tem dados a respeito e pediu para procurar o Federarroz. A nova busca obviamente não deu certo, afinal a entidade é focada em arroz. Quem passou algo superficial foi o Irga, que ainda assim não é focado no tema. O técnico do Núcleo de Assistência Técnica e Extensão do IRGA, de Alegrete, Douglas de Oliveira Adolpho, acredita que a soja ocupa 40 mil hectares no município e que aproximadamente 2,3 mil foram afetados pelas enchentes.

Soja alagada

Soja alagada em Alegrete. Foto: Edimar Ceolin

“Ainda não temos algo oficial da soja no município. Teremos uma reunião nesta quarta-feira (dia 16) com a Emater, Irga, e outras entidades e sindicatos para fazer uma levantamento de áreas e prejuízos. Parte da soja foi bastante afetada mesmo, já que os altos precipitações estão ocasionando na morte dessas plantas”, afirma.

Produtor gravou e filmou tudo

Na tarde da última segunda, Ceolin resolveu sobrevoar a área que possui com soja para ver os estragos. Ele ficou tão surpreso com que viu, que resolveu fazer imagens de toda a região. Ele acredita, pelo que viu, que muitas outras lavouras de soja e de arroz estão correndo sérios riscos. “Da minha parte o prejuízo passa de R$ 1.2 milhão. As perdas na cidade falam em mais de R$ 50 milhões”, afirma ele.

Veja este outro vídeo também!

Segundo o prefeito do município, Márcio Amaral, os prejuízos totais em lavouras da região podem superar os R$ 45 milhões, sendo que só a soja podem registrar uma perda superior a R$ 8 milhões.

O produtor ainda vive o receio de que a continuação das chuvas possa trazer ainda mais prejuízos já que a previsão é exatamente essa.

Segundo dados da Somar Meteorologia, do dia 15 até 29 de janeiro deve chover outros 125 milímetros em Alegrete, com os maiores volumes acontecendo agora, até o dia 18.

Empresas também somam prejuízos

A empresa familiar Agronemitz produz soja em 5,2 mil hectares de soja em Alegrete e na cidade vizinha Manoel Viana. Deste total 300 hectares já estão perdidos, afirma o sócio Caio Nemitz e outros 500 terão problemas de produtividade.

“A implantação das lavouras teve um custo maior este ano, se os preços seguirem baixos como estão, teremos uma margem bastante complicada. Com as perdas certamente o resultado financeiro está comprometido”, afirma.

Soja alagada em Alegrete

Soja alagada em Alegrete. Foto Caio Nemitz

Soja alagada em Alegrete

Soja alagada em Alegrete. Foto Caio Nemitz

Soja alagada em Alegrete

Soja alagada em Alegrete. Foto Caio Nemitz

Soja alagada em Alegrete

Soja alagada em Alegrete. Foto Caio Nemitz

Soja alagada em Alegrete

Soja alagada em Alegrete. Foto Caio Nemitz

Soja alagada em Alegrete

Soja alagada em Alegrete. Foto Caio Nemitz

Veja mais notícias sobre soja

Sobre o Projeto Soja Brasil
O projeto tem a realização do Canal Rural e da Associação dos Produtores de Soja do Brasil (Aprosoja Brasil), com a coordenação técnica da Embrapa Soja. O apoio institucional é do Conselho de Informações sobre Biotecnologia (CIB). A consultoria é de Safras & Mercado e Somar Meteorologia. O patrocínio é de Ihara e Mitsubishi Motors.

Mais notícias do Projeto Soja Brasil

Publicada em: 15 de fevereiro de 2019

Embate comercial entre China e Estados Unidos e câmbio enfraquecido limitam a perspectiva de alta nas cotações do grão no Brasil. Entenda o caso!

Publicada em: 15 de fevereiro de 2019

Por conta disso, previsão de safra apresentada foi pequena. Clima segue como fator importante para o desenvolvimento final de parte das lavouras do RS, SC e Matopiba

Publicada em: 15 de fevereiro de 2019

No porto de Paranaguá a saca da oleaginosa se desvalorizou R$ 2. Enquanto as praças do interior apresentaram estabilidade. Sexta abre com Chicago em alta e dólar em queda

Publicada em: 15 de fevereiro de 2019

Na região Sudeste a condição é de muitas chuvas, assim como no Centro-Oeste e Nordeste do país. Confira a previsão para 15 dias em municípios de cada região! Você também pode pedir a previsão do tempo para sua cidade, veja como!

Publicada em: 14 de fevereiro de 2019

Média esperada nas áreas semeadas é de até 55 sacas por hectare. Entenda o embargo que proíbe a comercialização do que vem sendo colhido! Setor produtivo apoia indígenas nesta causa