Até o USDA prevê safra brasileira de soja menor, mas não muito
Publicada em: 9 de fevereiro de 2019
soja em silo

Entidade reduziu também as projeções para a safra dos Estados Unidos, Argentina e mundial. Ainda assim, todas estão abaixo da quebra prevista pelo mercado

O relatório de fevereiro do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), mostra que a entidade também prevê agora que a safra brasileira de soja será menor. Agora a previsão
é de uma produção de 117 milhões de toneladas, abaixo das 122 milhões de toneladas previstas em dezembro, porém superando a previsão do mercado, de 116,3 milhões.

A entidade também projetou que a safra mundial de soja em 2018/2019 terá redução, ficando em 360,99 milhões de toneladas. No relatório anterior, o número era de 369,2 milhões. Os estoques finais foram cortados de 115,33 milhões de toneladas para 106,72 milhões. O mercado esperava por estoques finais de 113,9 milhões de toneladas.

A projeção do USDA também aposta em uma safra americana menor, de 123,6 milhões de toneladas, abaixo das 125,18 milhões de toneladas. Para o Brasil, a previsão é de uma produção de 117 milhões de toneladas, abaixo das 122 milhões de toneladas previstas em dezembro, porém superando a previsão do mercado, de 116,3 milhões.

A previsão para a Argentina foi reduzida de 55,5 para 55 milhões de toneladas. Pelo lado da demanda, o USDA reduziu a previsão de importações chinesas de 90 para 88 milhões de toneladas.

Com informações da Agência Safras

Veja mais notícias sobre soja

Sobre o Projeto Soja Brasil
O projeto tem a realização do Canal Rural e da Associação dos Produtores de Soja do Brasil (Aprosoja Brasil), com a coordenação técnica da Embrapa Soja. O apoio institucional é do Conselho de Informações sobre Biotecnologia (CIB). A consultoria é de Safras & Mercado e Somar Meteorologia. O patrocínio é de Ihara e Mitsubishi Motors.

Mais notícias do Projeto Soja Brasil

Publicada em: 15 de fevereiro de 2019

Embate comercial entre China e Estados Unidos e câmbio enfraquecido limitam a perspectiva de alta nas cotações do grão no Brasil. Entenda o caso!

Publicada em: 15 de fevereiro de 2019

Por conta disso, previsão de safra apresentada foi pequena. Clima segue como fator importante para o desenvolvimento final de parte das lavouras do RS, SC e Matopiba

Publicada em: 15 de fevereiro de 2019

No porto de Paranaguá a saca da oleaginosa se desvalorizou R$ 2. Enquanto as praças do interior apresentaram estabilidade. Sexta abre com Chicago em alta e dólar em queda

Publicada em: 15 de fevereiro de 2019

Na região Sudeste a condição é de muitas chuvas, assim como no Centro-Oeste e Nordeste do país. Confira a previsão para 15 dias em municípios de cada região! Você também pode pedir a previsão do tempo para sua cidade, veja como!

Publicada em: 14 de fevereiro de 2019

Média esperada nas áreas semeadas é de até 55 sacas por hectare. Entenda o embargo que proíbe a comercialização do que vem sendo colhido! Setor produtivo apoia indígenas nesta causa