Tudo nos conformes
Publicada em: 13 de outubro de 2016

A expressão que diz “tudo em ordem”, “tudo nos conformes”, cai bem para a propriedade que visitamos hoje. Uma propriedade pequena até para o perfil desta região. São pouco mais de trezentos hectares. Mas dá para dizer que é um modelo de sustentabilidade no campo. Fica em Douradina, no sul de Mato grosso do Sul.

Chegamos lá e já vimos algo inusitado. O produtor, um paulista que a mais de 40 anos resolveu investir por aqui. Dentro do trator, ele mesmo, semeando a soja desta safra. Nestas propriedades do Centro-oeste geralmente tem um funcionário, um operador contratado para isso. Mas não aqui. “Seo” Lucio tava lá, sem perder tempo fazendo o serviço.

Não tem chovido o suficiente para plantar por aqui nos últimos dias, mas tem alguns produtores desta região arriscando semear com a esperança de que a meteorologia acerte para esta semana. A previsão é de chuva ainda nesta primeira quinzena do mês. Lucio também está plantando, mas não é justo dizer que ele tá arriscando. Isso porque, ele faz um trabalho exemplar de conservação do solo na propriedade.

Tem pelo menos dez anos que ele não abre mão do plantio direto. Se você olhar a lavoura dele assim, é um mar de palha. Material acumulado da safrinha de milho e de uma aliada importante para cobertura do solo nesta região: a braquiaria. Uma espécie de capim que serve pra alimentar o gado e, na lavoura de soja faz um trabalho fantástico não só pela palha que deposita, mas pelo enraizamento que deixa no solo.

As raízes servem como canais para penetração da água e dos nutrientes que a soja vai precisar. Em cima a palha forma uma cobertura que protege em caso de excesso de chuva, evita erosão, perda de insumos, como o adubo aplicado, e ainda evita o desenvolvimento de plantas daninhas. É uma beleza isso! Se o produtor manejar esta cobertura direitinho o solo vai ficar mais fértil e render mais depois. Lucio já comprovou isso. Em Mato Grosso do Sul a média de produtividade da soja é de 51 sacas por hectare. Sabe quanto “seo” Lucio consegue? 60! 60 sacas por hectare! Taí o resultado de fazer tudo nos conformes. Parabéns “Seo”Lucio!

Sobre o Projeto Soja Brasil
O projeto tem a realização do Canal Rural e da Associação dos Produtores de Soja do Brasil (Aprosoja Brasil), com a coordenação técnica da Embrapa Soja. O apoio institucional é do Conselho de Informações sobre Biotecnologia (CIB). A consultoria é de Safras & Mercado e Somar Meteorologia. O patrocínio é de Ihara e Mitsubishi Motors.

Mais notícias do blog

Publicada em: 20 de setembro de 2018

O produtor de soja Pablo Schmidt Rosa, de Mangueirinha (PR), mostrará a cada semana como está se desenvolvendo as lavouras de sua região> desde o manejo aplicado até as dificuldades e acertos comuns de quem vive a cultura todos os anos. A cada semana novos capítulos serão acrescentados à história, além de fotos e vídeos. Vamos acompanhar esta soja?

Publicada em: 4 de julho de 2018

Evento que acontecerá em Uberlândia (MG) no dia 26 de julho, marcará o início da safra da principal cultura agrícola do país. Veja todos os detalhes deste primeiro encontro

Publicada em: 4 de abril de 2017

Sebastião Garcia Preciso dizer, antes de tudo, que me sinto um privilegiado. Privilegiado por ter participado do Projeto Soja Brasil neste ano de forma tão efetiva. De ter convivido com produtores rurais. Eu e minha equipe estivemos cada dia numa propriedade, cada dia numa cidade, numa região. Foi assim durante 20 dias no mês, durante nove […]

Publicada em: 20 de fevereiro de 2017

As fazendas que visitamos no Tocantins dão a ideia da grandeza deste estado. Passamos em duas. Uma com mais de 30 mil hectares

Publicada em: 26 de janeiro de 2017

Vivi dias de grata satisfação esta semana. Satisfação e surpresa. Começo pela surpresa. Cheguei com minha equipe no sábado, dia 21, a cidade de Ponta Porã, em Mato Grosso do Sul, na fronteira entre Brasil e o Paraguai. A primeira imagem (e que me causou curiosidade), é dos grandes shoppings do lado paraguaio, na cidade […]