Caravana Soja Brasil chega ao Rio Grande do Sul no dia 13 de março
Publicada em: 8 de março de 2017

Sérgio Cotrim/Canal Rural

Confira toda a programação desta importante etapa que trará aos produtores dicas importantes para a comercialização da safra de soja deste ano

Daniel Popov, de São Paulo
A Caravana Soja Brasil cai na estrada mais uma vez, agora no Rio Grande do Sul, um dos grandes polos de produção da oleaginosa do país. O tema central desta etapa será “Novos rumos da economia e política mundial e os impactos disso no mercado de soja para 2017”. A discussão não poderia ser mais relevante, já que agora a comercialização é preocupação constante entre os produtores.

Nesta etapa o consultor econômico Flávio França Junior, esclarecerá questões mercadológicas para a soja neste ano, dando dicas de como o produtor deve se preparar para negociar sua colheita. “Agora é um momento oportuno para o produtor entender quais serão as variáveis do mercado para nortear as negociações”, conta Junior.

Além de questões mercadológicas, a empresa Basf fará uma apresentação técnica sobre como obter altas produtividade na soja.

Um representante da Associação dos Produtores de Soja do Rio Grande do Sul (Aprosoja) também estará presente levando informações sobre o andamento das lavouras do estado.

A primeira parada acontece no Sindicato Rural do município de Giruá, no dia 13 de março, segunda-feira, a partir das 19h30, a participação é gratuita, basta ir até o local.

Sindicato Rural de Giruá
Rua Cel. Bráulio de Oliveira, 475, Centro
Informações: (55) 3361-1791

No dia seguinte, 14 de março, o encontro acontece na cidade de Santiago, também na sede do Sindicato Rural do município, a partir das 19h30.

Sindicato Rural de Santiago
Rua Getúlio Vargas, 1488
Informações: (55) 3251-1958

Na quarta-feira, dia 15 de março, a Caravana chega a Tupanciretã e os produores da região poderão acompanhar as palestras e debates também a partir das 19h30.

Sindicato Rural de Tupanciretã
Restaurante Santa Fome – Av. Presidente Vargas, 923
Informações: (55) 3272-2016

A parada seguinte acontece no município de Cruz Alta, só que diferente das demais, desta vez o encontro será no Campus da Unicruz, no dia 16 de março.

Sindicato Rural de Cruz Alta
Campus Universitário Dr. Ulysses Guimarães – Rodovia Municipal Jacob Della Méa, km 5.6
Informações: (55) 3322-1914

O último destino será em Passo Fundo, no dia 17 de março, sexta-feira, também no Sindicato Rural de Passo Fundo, a partir das 19h30.

Sindicato Rural de Passo Fundo
Rua Brasil Oeste, 1185
Informações: (54) 3312-1222

CAN017-17 Forum Soja Brasil RS - emkt programacao GERAL

Veja mais informações sobre soja

Sobre o Projeto Soja Brasil
O projeto tem a realização do Canal Rural e da Associação dos Produtores de Soja do Brasil (Aprosoja Brasil), com a coordenação técnica da Embrapa Soja. O apoio institucional é do Conselho de Informações sobre Biotecnologia (CIB) e da Associação Brasileira de Sementes e Mudas (Abrasem). A consultoria é de Safras & Mercado e Somar Meteorologia. O patrocínio é de BASF e Mitsubishi Motors. O apoio nos eventos é de Yara Brasil Fertilizantes.

Mais notícias do Projeto Soja Brasil

Publicada em: 15 de julho de 2018

Para eles, a soja brasileira pode até lucrar mais imediatamente ao suprir a demanda chinesa, mas isso pode gerar desequilíbrio a médio e longo prazo com outros parceiros

Publicada em: 13 de julho de 2018

Expectativa inicial é de que a produtividade seja menor, mas com incremento de 2,3% na área semeada com a oleaginosa, os números finais serão maiores que as da temporada anterior. Veja o quadro completo!

Publicada em: 13 de julho de 2018

Segundo levantamento da Farsul e da consultoria Safras & Mercado a situação ainda é bastante complicada. A própria Conab já afirmou não ter conseguido contratar caminhoneiros autônomos

Publicada em: 13 de julho de 2018

Segundo a meteorologia as temperaturas voltam a subir em todo o país, com possibilidade de o Rio Grande do Sul registrar máxima de 30ºC

Publicada em: 12 de julho de 2018

Se as expectativas da entidade se confirmarem, a colheita brasileira da oleaginosa ultrapassará em volume a americana, tornando-se a maior do mundo, com 120 milhões de toneladas