Frio vai e chuvas chegam no fim de semana. Veja a previsão completa!
Publicada em: 13 de julho de 2018

Segundo a meteorologia as temperaturas voltam a subir em todo o país, com possibilidade de o Rio Grande do Sul registrar máxima de 30ºC

As temperaturas caíram, até no Acre, alguns termômetros marcaram 13ºC. Segundo a meteorologia a manhã ainda será bem gelada nos próximos dias, mas a massa de ar polar vai perder a intensidade. No final de semana o frio dará lugar as chuvas em boa parte do país.

No fim de semana o Rio Grande do Sul começará a registrar temperaturas mais elevadas, mas ainda há risco de geada na fronteira oeste gaúcha e em áreas de serra. No Centro-Oeste o tempo segue firme e já completa 50 dias sem chuvas por lá.

SUL

Uma massa de ar seco e frio ainda atua em toda a região Sul do país. Tempo firme predomina e o sol aparece entre poucas nuvens ao longo de todo o dia. As temperaturas começam a subir, mas ainda faz frio. Aliás, ainda não se descarta o risco para ocorrência de geadas em áreas da fronteira oeste gaúcha e também nas áreas mais altas do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. Risco para formação de nevoeiro em Porto Alegre, diminuindo a visibilidade

SUDESTE

Uma massa de ar seco e frio ainda segue atuando em praticamente toda a região Sudeste, mantendo o tempo firme, com predomínio de sol entre poucas nuvens. É somente em áreas do nordeste mineiro e no extremo norte do Espírito Santo, que as instabilidades no alto da atmosfera ainda favorecem a formação de nuvens de chuva, mas as pancadas ocorrem de forma rápida e sem grandes acumulados. O frio começa a perder intensidade, mas ainda não se descarta o risco para ocorrência de geadas em áreas entre o Vale do Paraíba, em São Paulo e o sul de Minas Gerais, especificamente nos arredores de Monte Verde e Campos do Jordão, onde as temperaturas seguem mais baixas. Risco para formação de nevoeiro em São Paulo, sul de Minas Gerais e Espírito Santo, diminuindo a visibilidade.

CENTRO-OESTE

O tempo firme segue predominando em todo o Centro-Oeste por conta de uma massa de ar seco. Após alguns dias de muito frio, especialmente no Mato Grosso do Sul, as temperaturas voltam a se elevar na região e não há mais riscos para geada. O período de estiagem já passa de 50 dias na maior parte da região e a umidade relativa do ar segue baixa, com índices em torno de 30% em praticamente toda a região e os riscos para focos de queimadas seguem altos.

NORDESTE

Durante esta sexta-feira (13), uma massa de ar seco segue predominando sobre o interior nordestino, onde não chove há mais de 80 dias em algumas áreas do oeste baiano, sul do Piauí e sul do Maranhão. Enquanto, a chuva persiste no litoral norte, desde o Maranhão até o Rio Grande do Norte por conta de ventos úmidos que sopram do oceano em direção ao continente, mas por lá, a chuva ocorre de forma fraca e isolada. No litoral leste, especialmente na Bahia, a chuva é persistente e ainda pode chover de forma um pouco mais expressiva no sul do estado.

NORTE

As instabilidades tropicais ainda favorecem a formação de nuvens carregadas em boa parte da região, mas dessa vez, os acumulados são menos expressivos. Enquanto isso, na faixa sul, desde o Tocantins até o Acre, o tempo ainda segue seco. A temperatura volta a subir em áreas de Rondônia e Acre, onde a sensação era de friagem nos últimos dias.

Sábado

SUL

O tempo firme segue predominando em toda a região, ainda sob a influência de uma massa de ar seco, que acaba inibindo a formação de nuvens carregadas. O frio segue perdendo intensidade e diminui o risco para ocorrência de geada, até mesmo nas áreas mais altas dos três estados.

SUDESTE

No sábado (14), o tempo firme segue predominando em praticamente toda a região devido a formação de uma área de alta pressão atmosférica, que acaba inibindo as nuvens de chuva. Dessa vez, o tempo é instável somente em áreas do litoral do Espírito Santo devido aos ventos úmidos que sopram do oceano em direção ao continente, mas ainda de forma isolada. As temperaturas seguem em elevação e já não há mais condição para formação de geadas.

CENTRO-OESTE

No sábado (14) nada muda, a massa de ar seco atua e não há condição para pancadas de chuva. A sensação de frio segue perdendo intensidade no Mato Grosso do Sul, e nas demais áreas da região, o calor continua e a sensação é de tempo abafado. Com o tempo seco, a umidade relativa do ar não consegue aumentar e segue o risco para ocorrência de queimadas na região.

NORDESTE

No sábado (14) pouca coisa muda na região. O tempo firme predomina no interior nordestino e a chuva persiste nas áreas do litoral. As nuvens mais carregadas seguem favorecidas pelos ventos úmidos que sopram do oceano em direção ao continente.

NORTE

No sábado (14), a chuva retorna sobre a maior parte do Amazonas e Pará, mas ainda em forma de pancadas rápidas e sem grandes acumulados. Enquanto que no Tocantins, Rondônia e Acre, o tempo segue firme por conta da massa de ar seco. As temperaturas são elevadas ao longo do dia, e a sensação é de tempo bastante abafado.

Domingo

SUL

Já no domingo (15), o tempo muda no Sul do país, especialmente no Rio Grande do Sul, onde o tempo fica mais instável e as pancadas de chuva retornam em praticamente todo o estado. AS nuvens mais carregadas são favorecidas pela formação de uma área de baixa pressão atmosférica entre o oeste do estado e o norte da Argentina. Em áreas do leste gaúcho, incluindo a região metropolitana de Porto Alegre, a chuva é um pouco mais expressiva, com acumulados mais elevados até o fim do dia. No sul do Rio Grande do Sul, a chuva ocorre acompanhada por trovoadas. Já nas demais áreas da região, o tempo firme segue predominando.

SUDESTE

No domingo (15), pouca coisa muda na região Sudeste, ainda sob a influência de uma massa de ar seco, que impede a formação de nuvens mais carregadas. Ao longo do dia, o tempo até fica um pouco mais instável entre o nordeste mineiro e o extremo norte do Espírito Santo devido à umidade que vem do oceano favorecida pela formação de uma área de alta pressão atmosférica mais afastada do continente. No entanto, a chuva ainda é fraca e sem grandes acumulados. A sensação de frio é bem menos intensa que nos dias anteriores.

CENTRO-OESTE

No domingo (15) nada de chuva. Uma área de alta pressão atmosférica ainda favorece a massa de ar seco que atua na região. O predomínio é de céu claro e bastante ensolarado ao longo do dia e as temperaturas ficam muito elevadas, especialmente no período da tarde entre o norte do Mato Grosso do Sul e sul do Mato Grosso.

NORDESTE

No domingo (15), a chuva segue frequente em todo o litoral da Bahia por conta dessa umidade que vem do oceano, mas é mesmo no litoral do Ceará que as instabilidades ganham um pouco mais de intensidade e as pancadas de chuva ocorrem a qualquer hora do dia. Em contrapartida, a massa de ar seco também segue ganhando força na região e deixa o tempo firme na maior parte da Bahia, Maranhão, Piauí e também se espalha por todo o estado de Alagoas e Sergipe.

NORTE

Já no domingo (15), as instabilidades seguem se espalhando pela região nortista e a chuva retorna em áreas de Rondônia, especialmente na capital, mas ainda de forma fraca e sem grandes acumulados. Nas áreas do sul do estado e também no Acre e Tocantins, o tempo segue seco. O calorão segue predominando na região, especialmente no período da tarde, onde as máximas passam facilmente dos 30°C.

 

Veja mais notícias sobre soja

Sobre o Projeto Soja Brasil
O projeto tem a realização do Canal Rural e da Associação dos Produtores de Soja do Brasil (Aprosoja Brasil), com a coordenação técnica da Embrapa Soja. O apoio institucional é do Conselho de Informações sobre Biotecnologia (CIB). A consultoria é de Safras & Mercado e Somar Meteorologia. O patrocínio é de Ihara e Mitsubishi Motors.

Mais notícias do Projeto Soja Brasil

Publicada em: 13 de dezembro de 2018

Estado lidera número de registros da doença nesta safra, quase a metade das 91 ocorrências de todo o Brasil. Produtores do estado estão fazendo até 4 aplicações de fungicidas para combater o problema

Publicada em: 13 de dezembro de 2018

Diretor do Conselho de Exportação de Soja dos EUA confirmou que os chineses fecharam negócios com americanos nesta quarta-feira, dia 12

Publicada em: 13 de dezembro de 2018

Segundo a Somar Meteorologia, nos próximos dias terão algumas chuvas para o Sul, Sudeste e parte do Centro-Oeste do país

Publicada em: 12 de dezembro de 2018

Segundo o Cesb, praga antes encontrada apenas no Sul do país, agora é vista em plantações de diversos estados. A recomendação é que ao encontrá-la, o produtor chame a Embrapa

Publicada em: 12 de dezembro de 2018

Segundo último relatório da entidade sobre a safra 2018/2019, os brasileiros devem produzir abaixo das 125 milhões de toneladas previstas no país norte-americano