MT: sojicultor aproveita preços e vendas antecipadas são as maiores em 5 anos
Publicada em: 15 de maio de 2018

Segundo o Imea, quase 80% da safra atual já foi negociada. Já a safra 2018/2019, que ainda nem foi semeada, já tem 14% vendida, maior patamar desde 2012/2013

Os preços da soja podem não ter atingido aqueles patamares de alguns anos atrás, mas certamente estão bastante atrativos. Prova disso é que a comercialização da safra atual (2017/2018) e da próxima (2018/2019) estão bastante adiantadas, segundo levantamento do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).

A comercialização de soja no Mato Grosso para a safra atual 2017/2018 chegou a 79,68% da produção, estimada pelo Imea em 32,5 milhões de toneladas. A projeção faz parte do relatório de maio. Em igual período do ano passado, o número era de 69%. Em abril, o número era de 71,47%.

Safra nova

Já a comercialização da oleaginosa que será colhida no próximo ano, 2018/2019, chegou a 13,97%, ou seja, o maior patamar em cinco anos. Volume maior só foi negociado na safra 2012/2013, com 40%. Em abril, a comercialização estava em 5,64%. Em igual período do ano passado, os produtores haviam negociado 1,7% da safra. A produção 2018/2019 de soja do Mato Grosso está estimada em 32,317 milhões de toneladas.

Veja mais notícias sobre soja

Sobre o Projeto Soja Brasil
O projeto tem a realização do Canal Rural e da Associação dos Produtores de Soja do Brasil (Aprosoja Brasil), com a coordenação técnica da Embrapa Soja. O apoio institucional é do Conselho de Informações sobre Biotecnologia (CIB). A consultoria é de Safras & Mercado e Somar Meteorologia. O patrocínio é de Ihara e Mitsubishi Motors.

Mais notícias do Projeto Soja Brasil

Publicada em: 16 de janeiro de 2019

Para entidade, o Brasil deve ter concorrência maior na venda de derivados da oleaginosa, já que os argentinos devem se recuperar e produzir grande safra

Publicada em: 16 de janeiro de 2019

Em algumas praças, como em Santos (SP), a saca se desvalorizou R$ 3 em um dia. Mercado aponta melhoras nas lavouras brasileiras como uma das razões

Publicada em: 16 de janeiro de 2019

Além de destacar um município por estado do país, o Projeto Soja Brasil irá destacar as condições climáticas para a Fronteira Oeste do RS, que tem sofrido com o excesso de precipitações

Publicada em: 15 de janeiro de 2019

A perda dos agricultores do município pode superar os R$ 50 milhões, segundo a prefeitura. Teve sojicultor que contabiliza um revés maior de R$ 1,2 milhão. Confira todas as imagens e vídeos enviados para o Canal Rural!

Publicada em: 15 de janeiro de 2019

Segundo o Deral, o estado todo já conseguiu retirar 10% da oleaginosa do campo. Levantamento também mostra uma melhora nas lavouras restantes