É nesta sexta: máquinas entram em campo para Abertura Nacional da Colheita da Soja
Publicada em: 18 de janeiro de 2018

O Canal Rural fará a transmissão do evento ao vivo pelo Facebook e os internautas poderão enviar perguntas pelo Whatsapp

Daniel Popov, de São Paulo
O evento mais aguardado da agricultura brasileira, a Abertura Nacional da Colheita da Soja, acontece nesta sexta-feira, dia 19, a partir das 9h (Brasília), em Canarana (MT). A comemoração terá transmissão ao vivo pelo Facebook do Canal Rural e também pela televisão e, os internautas e telespectadores poderão participar enviando suas perguntas através do Whatsapp (11) 9 8524-0073, ou das redes sociais. 
O evento acontece na fazenda da Dinetec, na rodovia MT-326, KM-08, Canarana, MT.

A apresentadora do Canal Rural Kellen Severo receberá os convidados e fará a abertura da cerimônia a partir das 9h (Brasília). Logo depois, começarão as palestras (Veja a programação abaixo). Na sequência algumas autoridades presentes saudarão o público, enquanto as máquinas serão ordenadas para dar inicio a colheita.

Este ano, cinco colheitadeiras da New Holland farão a colheita no campo experimental da fazenda da Dinetec. Mas, a novidade, é que contarão com maquinários da Maxloader para garantir a festa e a famosa chuva de soja diante dos convidados.

Hoje, dia 18, no mesmo local, acontece o Dia Técnico, que reúne pesquisadores, especialistas e produtores para discutir temas importantes para o setor. O evento começa às 14h30 (Brasília).

Programação

1 – Como colher mais sem aumentar os custos de produção
Palestrante: Dejalma Zimmer, professor e consultor do Canal Rural

2 – Resultados do uso de pó de rocha na produção da soja
Palestrante: Éder Martins,  geólogo e pesquisador da Embrapa

3 – Contribuições da agricultura de precisão no manejo para altos rendimentos
Palestrante: Prof. Dr. Antônio Luís Santi, engenheiro agrônomo

4 – Os desafios da biotecnologia
Palestrante: Adriana Brondani, diretora-executiva do CIB

Na sequência os presentes participarão de um amplo debate sobre a nova lei de defensivos agrícolas. Inicialmente o diretor da Aprosoja Brasil, Fabrício Rosa, apresentará alguns mitos e verdades sobre o assunto, para depois, junto com o deputado federal e relator da nova lei dos defensivos, Luiz Nishimori, iniciarem as discussões com o público.

Depois disso, a festa tomará conta da Área Experimental e as colheitadeiras da New Holland farão a tradicional colheita simbólica da soja.

 

O Projeto Soja Brasil tem realização do Canal Rural, Aprosoja Brasil, Aprosoja Mato Grosso e Senar Mato Grosso, com coordenação técnica da Embrapa. O evento tem patrocínio de Mitsubishi, Maxloader e Ihara. O apoio institucional é do Conselho de Informações sobre Biotecnologia (CIB) e a consultoria é da Somar Meteorologia e Safras & Mercado. O evento ainda conta com o apoio da New Holland e apoio local da Dinetec.

Veja mais notícias sobre soja

Sobre o Projeto Soja Brasil
O projeto tem a realização do Canal Rural e da Associação dos Produtores de Soja do Brasil (Aprosoja Brasil), com a coordenação técnica da Embrapa Soja. O apoio institucional é do Conselho de Informações sobre Biotecnologia (CIB). A consultoria é de Safras & Mercado e Somar Meteorologia. O patrocínio é de Ihara e Mitsubishi Motors.

Mais notícias do Projeto Soja Brasil

Publicada em: 19 de outubro de 2018

Enquanto entidades do setor agrícola defendem que fusão pode beneficiar o produtor rural, há quem afirme que medida prejudicaria negociações com Europa e Ásia

Publicada em: 19 de outubro de 2018

Estado já semeou 20% da área estimada em 3,5 milhões de hectares, ritmo bem superior aos 5% do mesmo período do ano passado

Publicada em: 19 de outubro de 2018

Valores da oleaginosa no mercado interno vinham em uma escalada desde junho deste ano. Média nos portos ainda é superior a R$ 90 por saca

Publicada em: 19 de outubro de 2018

Segundo a Somar Meteorologia, as chuvas começam a dar trégua para o Sul a partir de sábado, para o Sudeste no domingo, mas persiste no Centro-Oeste

Publicada em: 18 de outubro de 2018

Estado registrou 113 casos da doença no ano passado e resistência do fungo aos agroquímicos tem trazido dor de cabeça