Paraná já colheu 5% da área de soja, diz Deral
Publicada em: 8 de janeiro de 2019
colheita de soja

Colheita da soja - Foto: Camila Domingues/Palácio Piratini

Toledo é o município mais adiantado nos trabalhos de retirada da oleaginosa do campo. Confira todos que já começaram e quanto colheram!

O Departamento de Economia Rural (Deral), vinculado à Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento do Paraná (SEAB), afirma que 5% da área de soja semeada no estado já foi colhida. Toledo é o município mais adiantado nos trabalhos até o momento.

Dos 5,4 milhões de hectares plantados nesta temporada, 255 mil já foram colhidos. Toledo é o município mais adiantado nos trabalhos até o momento, com 19% dos 481,4 mil hectares, ou seja, 91,4 mil hectares foram retirados.

Na sequência aparece Cascavel, que colheu 18% dos 561,2 mil hectares que possui, totalizando 101 mil hectares. Fecham a lista dos municípios que já iniciaram a colheita: Umuarama (12%), Campo Mourão (5%), Paranavaí (2%), Laranjeiras do Sul (1%), Londrina (1%) e Pato Branco (1%).

O Deral informa que 58% das lavouras estão com bom aspecto, 30% em condições médias e 12% em situação ruim, entre as fases de crescimento vegetativo (11%), floração (29%), frutificação (43%) e maturação (17%).

O Paraná trabalhava com uma perspectiva de produção de 19,125 milhões de toneladas, ante as 19,162 milhões de toneladas da safra anterior. O Deral previu no início de dezembro uma quebra por conta da seca de 500 mil toneladas e ainda pode rever esse número para cima.

Veja mais notícias sobre soja

Sobre o Projeto Soja Brasil
O projeto tem a realização do Canal Rural e da Associação dos Produtores de Soja do Brasil (Aprosoja Brasil), com a coordenação técnica da Embrapa Soja. O apoio institucional é do Conselho de Informações sobre Biotecnologia (CIB). A consultoria é de Safras & Mercado e Somar Meteorologia. O patrocínio é de Ihara e Mitsubishi Motors.

Mais notícias do Projeto Soja Brasil

Publicada em: 16 de janeiro de 2019

Para entidade, o Brasil deve ter concorrência maior na venda de derivados da oleaginosa, já que os argentinos devem se recuperar e produzir grande safra

Publicada em: 16 de janeiro de 2019

Em algumas praças, como em Santos (SP), a saca se desvalorizou R$ 3 em um dia. Mercado aponta melhoras nas lavouras brasileiras como uma das razões

Publicada em: 16 de janeiro de 2019

Além de destacar um município por estado do país, o Projeto Soja Brasil irá destacar as condições climáticas para a Fronteira Oeste do RS, que tem sofrido com o excesso de precipitações

Publicada em: 15 de janeiro de 2019

A perda dos agricultores do município pode superar os R$ 50 milhões, segundo a prefeitura. Teve sojicultor que contabiliza um revés maior de R$ 1,2 milhão. Confira todas as imagens e vídeos enviados para o Canal Rural!

Publicada em: 15 de janeiro de 2019

Segundo o Deral, o estado todo já conseguiu retirar 10% da oleaginosa do campo. Levantamento também mostra uma melhora nas lavouras restantes