Personagem Soja Brasil: conheça o produtor Belmiro Catelan
Publicada em: 29 de janeiro de 2019

O agricultor deixou suas terras produtivas no Rio Grande do Sul para encarar o desafio de plantar soja na Bahia. A meta agora é conseguir uma média de 100 sacas por hectare

A história de Belmiro Catelan é muito parecida com a de muitos produtores do Sul do país, que com coragem resolveram deixar suas propriedades estabelecidas e produtivas para encarar o desafio de abrir a fronteira agrícola do Nordeste do país. Mesmo desacreditado por amigos e conhecidos, deixou o Rio Grande do Sul para plantar soja na Bahia. A iniciativa deu tão certo que hoje a fazenda Guarani é referência em produtividade.

Com mais de 50 anos de experiência plantando soja, Catelan conta que no início ninguém da Bahia acreditava que ele conseguiria colher soja ali, devido a falta de chuvas e terreno arenoso. “Se a gente entrasse na conversa do pessoal, durante nossas visitas, teríamos desistido. Muitos outros foram embora. Todo mundo falava que a Bahia ia ser um deserto. Disso eu lembro bem”, se diverte ao contar.

Deserto para uns, mas oportunidade para outros. Com muito trabalho, aprendizado e ajuda da tecnologia, hoje a fazenda Guarani chega a produzir 75 sacos de soja por hectare. Belmiro sonha alto e quer aumentar a produtividade para atingir a marca de 100 sacos por hectare. Sempre respeitando a natureza e seguindo boas, boas práticas de sustentabilidade.

“A gente faz pensando no meio ambiente. Um exemplo é o fertilizante que nós usávamos com sacarias, passou para bag e hoje usamos a granel. As embalagens de herbicidas e fungicidas também foram mudadas para evitar o acúmulo. Já estou arrumando os depósitos alocar tudo isso., Estamos economizando e ajudando o meio ambiente também. Nós também temos captação de água da chuva, e coleta seletiva de materiais. Cada um tem o seu destino correto, diz Catelan.

O produtor não esconde o orgulho de ser uma referência para outros agricultores da região e dá a receita para garantir o sucesso.

“O primeiro item é o capricho. Depois é ter operadores e maquinários bons. A terceira dica é escolher um dia bom para plantar. E por fim ter uma estrutura boa para todos. Na fazenda tenho ótimos alojamentos, posto de combustível, oficina e cantina”, afirma Catelan.

Vote aqui no Personagem Soja Brasil desta temporada

Confira abaixo a história completa:

Veja mais notícias sobre soja

Sobre o Projeto Soja Brasil
O projeto tem a realização do Canal Rural e da Associação dos Produtores de Soja do Brasil (Aprosoja Brasil), com a coordenação técnica da Embrapa Soja. O apoio institucional é do Conselho de Informações sobre Biotecnologia (CIB). A consultoria é de Safras & Mercado e Somar Meteorologia. O patrocínio é de Ihara e Mitsubishi Motors.

Mais notícias do Projeto Soja Brasil

Publicada em: 15 de fevereiro de 2019

Embate comercial entre China e Estados Unidos e câmbio enfraquecido limitam a perspectiva de alta nas cotações do grão no Brasil. Entenda o caso!

Publicada em: 15 de fevereiro de 2019

Por conta disso, previsão de safra apresentada foi pequena. Clima segue como fator importante para o desenvolvimento final de parte das lavouras do RS, SC e Matopiba

Publicada em: 15 de fevereiro de 2019

No porto de Paranaguá a saca da oleaginosa se desvalorizou R$ 2. Enquanto as praças do interior apresentaram estabilidade. Sexta abre com Chicago em alta e dólar em queda

Publicada em: 15 de fevereiro de 2019

Na região Sudeste a condição é de muitas chuvas, assim como no Centro-Oeste e Nordeste do país. Confira a previsão para 15 dias em municípios de cada região! Você também pode pedir a previsão do tempo para sua cidade, veja como!

Publicada em: 14 de fevereiro de 2019

Média esperada nas áreas semeadas é de até 55 sacas por hectare. Entenda o embargo que proíbe a comercialização do que vem sendo colhido! Setor produtivo apoia indígenas nesta causa