Quem tem soja? Preço no porto atinge R$ 98,50 por saca
Publicada em: 14 de setembro de 2018
colheita de soja

Colheita da soja - Foto: Camila Domingues/Palácio Piratini

Valor do grão segue valorizado no Brasil, favorecido principalmente pela alta do dólar. Poucos produtores ainda têm estoque, mesmo assim estão conseguindo aproveitar o momento

Daniel Popov, de São Paulo
Os preços da soja brasileira seguem em alta nas principais praças do país. Além da falta do produto no mundo, a firmeza do dólar também favorece a valorização dos prêmios. No porto de Paranaguá, por exemplo, a saca atingiu a marca de R$ 98,50, patamar visto apenas em meados de 2016, quando muitos analistas apostavam que ela chegaria a R$ 100.

Segundo a consultoria Safras & Mercado, na última quinta-feira foram negociadas aproximadamente 300 mil toneladas no sul do país. Na Bahia, cerca de 30 mil toneladas foram movimentadas. Além disso, Mato Grosso, Goiás e Minas Gerais negociaram cerca de 10 mil toneladas, cada.

Abertura Nacional do Plantio da Soja – Safra 2018/2019

Em Passo Fundo (RS), a saca de 60 quilos subiu de R$ 88 para R$ 89 a saca. Na região das Missões, a cotação passou de R$ 87,50 para R$ 88,50. No porto de Rio Grande, os preços subiram de R$ 95 para R$ 96.

Em Cascavel, no Paraná, o preço passou de R$ 89 para R$ 91,50 a saca. No porto de Paranaguá (PR), a saca valorizou de R$ 96 para R$ 98,50.

Em Rondonópolis (MT), a saca cresceu de R$ 79 para R$ 80,50. Em Dourados (MS), a cotação passou de R$ 82,50 para R$ 84. Em Rio Verde (GO), a saca subiu de R$ 84 para R$ 86.

Produtores sem soja

Alguns produtores rurais também estão relatando que os valores locais estão mais altos, como em Mangueirinha (PR)., por lá a saca atingiu R$ 83,50, contra R$ 78 pagos em julho. Em Ronda Alta (RS) a saca é negociada a R$ 81 por saca, contra os R$ 73 de julho. Em Coronel Bicado (RS), a saca que era vendida a R$ 72 em julho, atingiu agora R$ 79.

O produtor Roni Bedin, de Ronda Alta, não tem o produto para vender, mas está conseguindo travar vendas futuras a R$ 80, por exemplo. “Esses valores estão bons para antecipar um pouco das vendas e garantir os custos. Já consegui garantir isso. Todas as prestações de maquinas em bancos e alguma coisa de insumos que foi comprado a prazo para a safra já estão com fixação de soja garantida”, afirma.

Outro produtor de Coronel Bicado, o Manuel, ainda tem pelo menos 7 mil sacas de soja para vender, mas não quer vender agora. “Já me ofereceram R$ 4 a mais por saca, mas estou esperando uma proposta ainda melhor. Tudo que vier agora é lucro, pois já garanti os custos e posso esperar”, diz.

Veja mais notícias sobre soja

Sobre o Projeto Soja Brasil
O projeto tem a realização do Canal Rural e da Associação dos Produtores de Soja do Brasil (Aprosoja Brasil), com a coordenação técnica da Embrapa Soja. O apoio institucional é do Conselho de Informações sobre Biotecnologia (CIB). A consultoria é de Safras & Mercado e Somar Meteorologia. O patrocínio é de Ihara e Mitsubishi Motors.

Mais notícias do Projeto Soja Brasil

Publicada em: 16 de janeiro de 2019

Para entidade, o Brasil deve ter concorrência maior na venda de derivados da oleaginosa, já que os argentinos devem se recuperar e produzir grande safra

Publicada em: 16 de janeiro de 2019

Em algumas praças, como em Santos (SP), a saca se desvalorizou R$ 3 em um dia. Mercado aponta melhoras nas lavouras brasileiras como uma das razões

Publicada em: 16 de janeiro de 2019

Além de destacar um município por estado do país, o Projeto Soja Brasil irá destacar as condições climáticas para a Fronteira Oeste do RS, que tem sofrido com o excesso de precipitações

Publicada em: 15 de janeiro de 2019

A perda dos agricultores do município pode superar os R$ 50 milhões, segundo a prefeitura. Teve sojicultor que contabiliza um revés maior de R$ 1,2 milhão. Confira todas as imagens e vídeos enviados para o Canal Rural!

Publicada em: 15 de janeiro de 2019

Segundo o Deral, o estado todo já conseguiu retirar 10% da oleaginosa do campo. Levantamento também mostra uma melhora nas lavouras restantes