Soja: USDA eleva ainda mais projeção de produção dos EUA e do Brasil
Publicada em: 12 de julho de 2018

Se as expectativas da entidade se confirmarem, a colheita brasileira da oleaginosa ultrapassará em volume a americana, tornando-se a maior do mundo, com 120 milhões de toneladas

O relatório de julho do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) elevou suas estimativas de safra e estoques de passagem de soja na temporada 2018/2019 americana. Já a produção brasileira, segundo a estimativa da entidade, deve ficar mesmo em 119 milhões de toneladas, transformando o Brasil no maior produtor mundial do grão.

A produção de soja 2018/2019 dos americanos foi elevada de 116,48 milhões de toneladas, para 117,3 milhões de toneladas, pouco abaixo das expectativas de mercado, que apostava em 117,8 milhões de toneladas.

1º Fórum Soja Brasil – Safra 2018/2019

Os estoques finais em 2018/2019 estão projetados 15,7 milhões de toneladas. O mercado trabalhava com um número de 13,3 milhões de toneladas. Em junho, a estimativa era de 10,4 milhões de toneladas.

Brasil

A produção brasileira de soja foi estimada pelo USDA em torno de 120,5 milhões de toneladas, acima dos 119,5 milhões de toneladas do relatório anterior e acima das expectativas do mercado, que esperava manutenção no Brasil.

Argentina

A perspectiva para a safra Argentina é de recuperação, já que a temporada anterior registrou forte quebra (36 milhões de toneladas), com produção 57 milhões de toneladas, contra as 56 milhões do relatório anterior.

Veja mais notícias sobre soja

Sobre o Projeto Soja Brasil
O projeto tem a realização do Canal Rural e da Associação dos Produtores de Soja do Brasil (Aprosoja Brasil), com a coordenação técnica da Embrapa Soja. O apoio institucional é do Conselho de Informações sobre Biotecnologia (CIB). A consultoria é de Safras & Mercado e Somar Meteorologia. O patrocínio é de Ihara e Mitsubishi Motors.

Mais notícias do Projeto Soja Brasil

Publicada em: 15 de fevereiro de 2019

Embate comercial entre China e Estados Unidos e câmbio enfraquecido limitam a perspectiva de alta nas cotações do grão no Brasil. Entenda o caso!

Publicada em: 15 de fevereiro de 2019

Por conta disso, previsão de safra apresentada foi pequena. Clima segue como fator importante para o desenvolvimento final de parte das lavouras do RS, SC e Matopiba

Publicada em: 15 de fevereiro de 2019

No porto de Paranaguá a saca da oleaginosa se desvalorizou R$ 2. Enquanto as praças do interior apresentaram estabilidade. Sexta abre com Chicago em alta e dólar em queda

Publicada em: 15 de fevereiro de 2019

Na região Sudeste a condição é de muitas chuvas, assim como no Centro-Oeste e Nordeste do país. Confira a previsão para 15 dias em municípios de cada região! Você também pode pedir a previsão do tempo para sua cidade, veja como!

Publicada em: 14 de fevereiro de 2019

Média esperada nas áreas semeadas é de até 55 sacas por hectare. Entenda o embargo que proíbe a comercialização do que vem sendo colhido! Setor produtivo apoia indígenas nesta causa