Veja dicas para regular sua plantadeira e garantir uma boa semeadura de soja
Publicada em: 13 de setembro de 2018
plantadeira Massey Ferguson

Foto: Massey Ferguson

Preparar bem a plantadeira antes de colocar no campo e seguir as recomendações das fabricantes pode garantir uma safra com alto potencial produtivo, afirmam especialistas

Daniel Popov, de São Paulo
O plantio de soja é considerado um dos processos mais importantes da safra, influenciando diretamente na produtividade e nos lucros. Por isso, a manutenção e reparos com os maquinários são fundamentais. Atualmente encontram-se disponíveis no mercado diversas plantadeiras e tanto as novas quanto as usadas precisam de cuidados antes de entrar em campo – e até depois.

Para Roner Ludwig, da AGCO, fabricante dos equipamentos Massey Ferguson, regular a calibragem do dosador de adubos antes de entrar em campo e limpar as correntes da plantadeira após a temporada de uso, por exemplo, são procedimentos valiosos para o produtor.

Para ajudar o agricultor, o Soja Brasil ouviu especialistas em maquinário agrícola para mostrar ao agricultor os cuidados necessários com as plantadeiras antes e depois da semeadura. A revisão do equipamento é indicada para verificar se existem peças desgastadas ou danificadas.

Abertura Nacional do Plantio da Soja – Safra 2018/2019

Veja abaixo algumas dicas dos especialistas:

Discos de corte: precisam estar sempre bem afiados e sem amassados para garantir que a palha seja cortada corretamente e as sementes aplicadas no lugar correto.

Para o Giancarlo Coscelli Rocco, especialista em marketing de produto da Case IH, uma observação importante é verificar se os discos estão girando facilmente, sem travamentos. “Esta é a primeira peça a entrar em contato com o solo e iniciar o processo de plantio. É fundamental que ela esteja bem regulada e afiada”, contou ele.

Limpeza do dosador de adubo: um dos cuidados iniciais é não deixar adubo no reservatório de uma safra para outra. E claro, lavar bem os reservatórios e dosadores antes de guardar a plantadeira.

O especialista de marketing de produtos da John Deere, Alex Johann, explica que o adubo que fica no reservatório acaba absorvendo a umidade do ar, empedrando e entupindo os dosadores. “Um problema destes pode tirar a plantadeira do campo por um dia pelo menos”, garante Johann. “O ideal é prevenir para evitar problemas maiores.”

Calibragem do dosador de adubo: assim que a máquina for a campo verificar se todos os dosadores estão aplicando a mesma quantidade do insumo, que garantirá uniformidade nas plantas ao final.

Esta regulagem é uma das fases importantes do processo, explica Roner Ludwig, coordenador de marketing de produto implementos da AGCO América do Sul. “Muito produtores colocam certa quantidade de adubo e ao final percebem que nem tudo foi usado. Isso pode significar que alguns dosadores não estão aplicando a quantidade certa ”, diz Ludwig.

Calibração da dose de sementes: além da limpeza dos discos, a recomendação é para que ao colocar as sementes o produtor coloque grafite ou talco junto para lubrificar estes insumos e

O tratamento de sementes faz com que elas fiquem com uma camada fina de pó, que por sua vez absorve a umidade do ar, gerando uma camada pegajosa sobre a semente. Segundo o especialista da Case IH, o grafite evita isso e facilita que as dosagens sejam corretas. “Além disso, assim como o adubo, é importante medir a quantidade de sementes colocadas em cada uma das linhas de plantio”, conta ele. “As sementes são caras e evitar desperdício é questão de gestão.”

Pontos de graxa: conhecidas como graxeiras, elas precisam receber lubrificação conforme indicação do manual do maquinário.

Cada plantadeira possui uma quantidade específica de pontos de graxa e uma periodicidade específica para ser seguida. “Seguir o recomendado pode ser a diferença entre um bom e eficiente plantio e um desgaste antecipado de peças”, relembra Johann da John Deere.

Calibragem de pneus: este foi um dos pontos mais comentado por todos os especialistas. Quase sempre esquecida esta importante calibragem pode simplesmente inutilizar todoss os acertos anteriores e gerar um caos no campo.

Todos os acionamentos das plantadeiras mecânicas são regulados a partir do pneu bem calibrado. Se eles estiverem murchos, a dosagem de adubo e sementes é alterada. “Um pneu descalibrado gera diferença no tamanho da circunferência, alterando diretamente a regulagem”, explica Rocco da Case IH. “Sem falar na possibilidade de compactação do solo.”

Retirada da pressão das linhas de corte e de sementes: todas as máquinas possuem molas que geram pressão no corte e na linha de sementes, garantindo maior eficiência e precisão destes mecanismos. Quando se termina o plantio o correto é retirar a pressão das molas, para evitar um desgaste desnecessário no sistema.

Segundo o especialista da AGCO, muitos produtores acham isto desnecessário, entretanto é possível economizar o desgaste destas molas, retirando a pressão. “Economizar tempo e gastar com a troca antecipada de partes do equipamento. O produtor faz a sua escolha”, diz Ludwig. “Se ele aproveitar o final da safra e a limpeza do maquinário para afrouxar esta pressão, ele ganhará muito.”

Limpeza das correntes: todas as plantadeiras usam muitas correntes nas engrenagens, roletes etc. E também precisam de um cuidado especial. A falta de cuidados acaba desgastando rapidamente estes mecanismos. O ideal é a retirada de todas as correntes, lavagem, e armazenamento em óleo diesel até o próximo uso.

A dica de Ludwing é retirar todas as correntes da máquina, tomar cuidados para não trocar o lugar de cada uma quando recolocar, lavá-las e resguardá-las em óleo diesel para não ressecar, criar ferrugem e garantir a manutenção. “Isso evita o travamento ou até mesmo o arrebentamento dessa corrente na hora de usar”, garante ele. “Os danos podem ser graves, como um eixo danificado, por exemplo.”

Segundo o especialista da Case IH, preparar bem a plantadeira antes de colocar no campo e seguir as recomendações de lubrificação das fabricantes irá trazer um resultado perfeito no campo e dificilmente o produtor terá problemas durante a safra. “Fazendo um bom plantio o agricultor garante sempre um ótimo potencial produtivo. A partir daí é cuidar do que já foi feito e administrar”, finaliza Rocco.

Veja mais notícias sobre soja

Sobre o Projeto Soja Brasil
O projeto tem a realização do Canal Rural e da Associação dos Produtores de Soja do Brasil (Aprosoja Brasil), com a coordenação técnica da Embrapa Soja. O apoio institucional é do Conselho de Informações sobre Biotecnologia (CIB). A consultoria é de Safras & Mercado e Somar Meteorologia. O patrocínio é de Ihara e Mitsubishi Motors.

Mais notícias do Projeto Soja Brasil

Publicada em: 18 de setembro de 2018

Nova técnica garante facilidade ao processo que, até hoje, era realizado na hora do plantio e demandava mais mão de obra

Publicada em: 18 de setembro de 2018

Outro fator que está pressionando as cotações é o embate entre os americanos e os chineses, com as novas taxações. Segundo o Rabobank, os preços ainda devem seguir pressionados até o fim do ano

Publicada em: 18 de setembro de 2018

Até no Centro-Oeste, onde os solos estavam mais secos, as precipitações devem dar um alívio e favorecer o início dos trabalhos

Publicada em: 17 de setembro de 2018

Na Abertura Nacional do Plantio da Soja, a diretora-executiva do Conselho de Informações sobre Biotecnologia afirmou que novas variedades transgênicas trarão mais opções ao manejo e permitirão proteção de culturas e ganhos de produtividade

Publicada em: 17 de setembro de 2018

De acordo com Dionísio Gazziero, durante a Abertura Oficial do Plantio de Soja, a proibição do herbicida elevaria custos e traria de volta práticas de manejo mais prejudiciais à natureza